Categoria: VISUAL MERCHANDISING

Escolha do Fornecedor em Visual Merchandising garante o resultado final
Post

Escolha do Fornecedor em Visual Merchandising garante o resultado final

A escolha de fornecedores em projetos de Visual Merchandising pode significar a adequação ou a inadequação do resultado final. Para garantir a qualidade em todo o processo, é preciso gerenciar do começo ao fim com fornecedores profissionais e comprometidos, afinados com a Equipe. Temos como tendência natural acharmos um culpado para alguns contratempos na produção...

O Perfil do Profissional de Visual Merchandising 360º
Post

O Perfil do Profissional de Visual Merchandising 360º

Um profissional de Visual Merchandising tem que ter competência e treinamento para aplicar as técnicas aprendidas ao mundo real, que nem sempre é gentil. Isso o torna mais completo, o que chamo de Profissional 360º. Saber observar o mundo ao nosso redor, permitir que mesmo o banal traga subsídios para o desenvolvimento de nossa criatividade...

Mitos do Visual Merchandising
Post

Mitos do Visual Merchandising

Sócrates já dizia alguns milênios atrás a seguinte frase: “só sei que nada sei”. Tentar colocar algo como uma regra definitiva numa profissão como a de Visual Merchandiser, ainda não regularizada oficialmente no Brasil e em muitos países, é muito perigoso. Um dos maiores mitos sobre visual merchandising é quando colocamos regras numa profissão. O...

Curadoria em Visual Merchandising: toda a equipe deve entender o conceito
Post

Curadoria em Visual Merchandising: toda a equipe deve entender o conceito

O sucesso de um projeto de visual merchandising passa pelo envolvimento de todos os funcionários: o visual merchandiser, passando pelo designer e chegando à equipe de venda, a compreensão do conceito de cada projeto é fundamental. Para transformar uma loja em um oásis para o cliente, a equipe completa deve estar envolvida e informada. Garantir...

Vitrines com objetos do cotidiano
Post

Vitrines com objetos do cotidiano

As exposições de produto mais criativas são aquelas de linguagem simples e entendimento rápido. Os objetos do cotidiano como cadeiras, escadas, copos e outros, funcionam como símbolos que podem ser utilizados na comunicação da loja. A criatividade em visual merchandising está mais perto do que você imagina. Uma das habilidades necessárias ao profissional de visual...

Visual Merchandising: quando o Cliente não sabe o que quer
Post

Visual Merchandising: quando o Cliente não sabe o que quer

Não é incomum o cliente que contrata um profissional de visual merchandising não ter a certeza de tudo o que ele necessita e de fato quer. O querer é um sentimento vindo de um repertório imaginativo ideal estético e a necessidade é oriunda do quê a empresa precisa para alcançar seus objetivos. Diante nesta situação...

Visual Merchandising: Sem Regras tudo vira Brincadeira
Post

Visual Merchandising: Sem Regras tudo vira Brincadeira

Por mais libertário que deva ser o processo criativo em Visual Merchandising, se faz necessário que existas alguns parâmetros orientadores. As normas e regras não são para castrar criação, mas sim para balizar decisões assertivas. Normalmente sta orientação surge na forma de um guideline ou até mesmo um documento específico por coleção ou tipo de...

Existe dissonância cognitiva em Visual Merchandising?
Post

Existe dissonância cognitiva em Visual Merchandising?

O Visual Merchandising também faz uso do conceito de Dissonância Cognitiva da área da psicologia e utilizado no estudo de comportamento do consumidor. Na psicologia, dissonância cognitiva se refere ao conflito entre duas ideias, crenças ou opiniões incompatíveis. São incoerências e/ou contradições entre a maneira que agimos e a maneira que pensamos. Ou seja, é...

O processo do Visual Merchandising inicia-se de dentro pra fora
Post

O processo do Visual Merchandising inicia-se de dentro pra fora

Há anos em minhas consultorias venho falando dos processos necessários de Visual Merchandising que nada tem haver com estética, criação, distribuição, etc. Não existe Visual Merchandising que resista à falta de processos sem um olhar critico para dentro de sua própria empresa. Existem vários pontos que poderíamos tratar, porém neste momento vamos nos ater a...

  • 1
  • 2